Possui loja virtual? Saiba como aumentar as conversões de venda em até 40% ao mês

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Subscribe to our Newsletter and receive exclusive content!

Aumente as vendas de sua loja virtual em até 40% (Crédito: Pexels)

Você sabia que o modelo de loja virtual simbolizou a sobrevivência de vários negócios durante a pandemia? Durante 2020, mais de 150 mil novos ecommerces foram criados e isso não aconteceu por acaso. Manter o isolamento e contar com a comodidade das compras online estão entre as principais razões.

Isso também é verdadeiro para os clientes gamers, com mais da metade da receita gerada na indústria de games sendo fruto de meios digitais, como smartphones. O mercado vem sendo impulsionado e a atenção para as formas de compra online tem sido também tem crescido. Afinal, as transações só são viáveis se os meios forem confiáveis e seguros, certo?

Existe um indicador chamado “market share”, responsável pelo nível de participação das suas vendas no seu nicho. Decidimos dedicar este post a dar algumas sacadas sobre como aumentar essa métrica com soluções para o pagamento online e ainda ampliar consideravelmente as conversões de sua loja virtual. Está curioso? Então, continue com a gente!

Loja virtual: segmento impulsionado pela pandemia

O aumento da vida doméstica e a necessidade de permanecer em isolamento criou um cenário muito favorável para os ecommerces, catapultando o mercado e acelerando a evolução de vários anos em alguns meses. Os próximos tópicos contam como isso vem acontecendo.

Mercado com tendência de alta

Apenas o Brasil contou com um aumento de ecommerces médio de 400% durante a quarentena, trazendo um número igualmente alto de aberturas por mês. Isso não é refletido apenas nas altas em vendas online, como também no aumento de parcerias de marca.

O setor contou com a maior alta em 20 anos durante o primeiro semestre de 2020, com 47% de crescimento. Ainda há algumas mudanças comportamentais que também vale a pena prestar atenção.

O crescimento não se resumiu só à quantidade, mas ao total gasto por pedido. Parte da razão está no aumento do consumo em outras categorias online, como eletrônicos e eletrodomésticos.

Oportunidades sazonais no universo de loja virtual

Você sabia que a pandemia fez com que datas como a Black Friday ganhassem uma projeção de crescimento de até 77%? O efeito das restrições também tem aumentado o faturamento de pequenas e médias empresas.

As expectativas têm base na mudança de comportamento do consumidor, mesmo em classes sociais diferentes. Até os vendedores têm tido que se adaptar e migrar para a venda por meios digitais.

O modelo tem feito as empresas recuperarem boa parte do faturamento perdido durante o período de fechamento. Apostar em uma loja virtual lucrativa pode envolver a busca por plataformas digitais que correspondam às expectativas dos usuários.

Permanência do ecommerce

A tendência de alta do ecommerce provavelmente não vai se resumir ao período da pandemia. Isso porque entre 20% e 30% das empresas que operam loja virtual provavelmente vão permanecer. Os meios de pagamento também podem sofrer mudanças.

A razão é a redução da circulação de papel moeda no país, ligada à necessidade de reduzir os riscos na hora de manusear dinheiro físico. Há uma geração de pessoas começando a adotar o ecommerce, criando uma demanda digital bem sólida.

Assim, o delivery, a inclusão financeira, o home office e o online banking são promovidos ainda mais. Condições de crédito mais restritas, necessidade de isolamento e cenários de incerteza criam um leque de alternativas no empreendedorismo digital.

Loja virtual em evolução

O ecommerce deu um salto de 5 anos durante os meses de pandemia e essa escalabilidade pode ter relação com a entrada de tecnologias como cloud computing e inteligência artificial. A nuvem faz com que os usuários não dependam unicamente da capacidade de processamento dos computadores das empresas.

A tecnologia também é pensada levando em conta períodos de demanda alta. Isso inclui, por exemplo, Natal e Black Friday. O chatbot também vem sendo usado por mais empresas, pondo em prática algumas das principais ideias de IA.

Assim, as empresas encontram um meio mais simples para gerir o volume de informações promovido pelo público. Com o crescimento da demanda, pensar em formas de atender um número maior de pessoas é uma ideia que pode ser levada em conta.

Cenário favorável para investimentos em loja virtual

O mercado financeiro envolve todo o ambiente em que há compra e venda de produtos financeiros e, desse modo, inclui fundos, ações, títulos e por aí vai. Boa parte desse trabalho é feito simplesmente por meio de especulação

A mudança no consumo não passou despercebida, tornando os ecommerces opções atraentes para os investidores. As ações de várias marcas responsáveis por iniciativas de loja virtual dispararam na bolsa.

Com poucas opções no mundo físico, os consumidores fizeram o crescimento dos ecommerces ser exponencial. Ainda assim, vale observar a experiência do comprador — do contrário, a demanda pode não ser constante.

Mercado de games é 100% em loja virtual

Se o mercado de ecommerces segue promissor, o mesmo vale para os gamers. A necessidade de ficar em casa alavancou o faturamento das empresas e os consumidores são nativamente digitais.

Explosão do mercado

O PIB representa a soma de tudo o que é produzido no país. Geralmente, serve como um termômetro, mostrando se a média do país está crescendo ou retraindo. Em 2020, o indicador despencou no país, refletindo uma tendência mundial de retração da economia.

Ainda assim, algumas indústrias seguiram o caminho inverso. As empresas desenvolvedoras de games, por exemplo, cresceram mais de 500% e a expectativa é seguir nesse ritmo.

Os videogames estão entre os principais pontos de encontro online e essa é uma das razões pelas quais a indústria vai tão bem — já que contatos presenciais representam chances de contágio.

Constância e crescimento tupiniquim

Você sabia que o mercado de games chega a crescer 10% ao ano? O potencial máximo ainda pode estar longe de chegar. Embora a indústria de entretenimento nem sempre dê o prestígio ideal para os games, seu faturamento já supera o do cinema e da música.

Os eSports estão entre os principais exemplos desse tipo de mobilização e os campeonatos já têm premiações enormes — trazendo a atenção de várias gigantes da tecnologia. O crescimento tupiniquim chegou a 140%.

Desse modo, vale tanto para os jogos em si quanto para as extensões. Também teve um aumento na participação dos usuários com alta renda, trazendo à tona segmentos ainda mais lucrativos no mercado nacional.

Diversificação de oportunidades de renda

A expectativa do mercado de games chega aos 200 bilhões e não costuma se resumir apenas ao desenvolvimento de jogos. Há soluções gráficas, trabalhos de programação, gamificação na gestão das empresas e por aí vai.

Um dos pontos que tornam o mercado atrativo é o fato dos consumidores serem nativos digitais. Mesmo para os desenvolvedores, há oportunidades de desenvolver fontes de receita nos jogos.

Aqui, entram ideias como inserção de anúncios, criação de versões premium, venda de expansões, posicionamento em redes de streaming e por aí vai. Alguns jogos de simulação também podem ganhar espaço no mundo corporativo.

Opções de monetização

As projeções para o mercado de jogos mobile chegam aos 77 bilhões e cada vez mais empreendedores se perguntam como abocanhar parte da mina de ouro. O crescimento da lucratividade dos jogos fez com que as opções de monetização aumentassem igualmente.

O Facebook Gaming, por exemplo, surgiu como uma aposta no segmento de streaming. Já o Google, apostou na plataforma Stadia como alternativa ao modelo já promovido pelo YouTube, também da gigante.

Mas os pequenos e médios empreendedores também podem estudar formas de capitalizar seus negócios, partindo especialmente dos meios de pagamento para jogos. Essa também é uma forma de se destacar dos concorrentes.

Pagamentos por meios digitais

A pandemia acelerou a inclusão da tecnologia no Brasil e isso também aparece nos pagamentos digitais, com as empresas de serviços financeiros apontando aumentos nas transações virtuais que chegam aos 495%.

As carteiras digitais já são usadas por quase 40% dos brasileiros, um número que supera países como Espanha, Reino Unido e Estados Unidos. Os millennials lideram a lista de pessoas que investem no meio.

Esse efeito é principalmente sentido na queda das transações em agências, chegando a 53%. As compras por aplicativo seguem crescendo e os meses de isolamento são os que apresentam as maiores altas.

Perdas de vendas por sistemas de pagamentos antigos e atrasados

Embora o crescimento do mercado de loja virtual seja notável, não significa que qualquer ecommerce tem boas chances de dar certo. Por isso, vale reparar na tecnologia, já que uma infraestrutura ruim pode fazer você perder várias oportunidades.

Funcionamento da infraestrutura na loja virtual

Vamos supor que a loja virtual use um bom sistema de pagamentos para fazer as cobranças. Há criptografia para enviar os dados da transação até as operadoras financeiras, que fazem a autorização do pagamento.

A tecnologia funciona a partir da codificação e decodificação de dados, mantendo o conteúdo das informações disponível apenas para o emissor e o receptor. Nesse caso, há algoritmos matemáticos responsáveis por esse processo.

Já pensou se os dados que você usa nas compras online vazassem? Para evitar isso, a criptografia funciona como mecanismo de segurança, impedindo que os dados sejam lidos por terceiros — um processo de confidencialidade e integridade.

Desistências no checkout

O checkout é a página de concretização de compra. Sabe quando consome algo online e preenche informações como endereço de entrega e dados de pagamento? Então, é onde a confirmação acontece.

Você sabia que boa parte dos consumidores desistem justamente nessa etapa? Isso também tem nome: abandono de carrinho. Em alguns casos, a navegação no desktop é boa, mas o mobile deixa a desejar.

Por isso, vale usar um bom sistema de pagamento, fazer uma página curta e objetiva, informar de forma clara o valor do frete, diversificar os meios e trazer uma tela de confirmação dos valores.

Transparência na loja virtual

Você já ouviu falar de checkout transparente? A ideia está ligada a uma mudança nas páginas de pagamento, criando uma experiência mais simples e orgânica. Aqui, o objetivo é manter o consumidor na mesma página durante a finalização da compra, sem redirecionamentos.

Sabe o abandono de carrinho que citamos? Então, a média já chegou a passar de 80%. De acordo com os números, a maior parte das pessoas que se compromete a comprar algum produto online simplesmente desiste no meio do caminho.

A ideia de não redirecionar o cliente para uma outra página ajuda a reduzir a quantidade de passos durante a jornada de compra, criando um caminho mais curto e ainda mantendo o design coerente.

Condições de pagamento

As condições de pagamento variam as opções de consumo. Um exemplo é o parcelamento, em que o dinheiro é entregue de acordo com um número específico de prestações. Isso também vale para o prazo.

Se um boleto precisa ser pago em até 3 dias, por exemplo, simboliza uma condição. Desse modo, a ideia é diferente do meio de pagamento, a modalidade com a qual o produto vai ser pago. Uma condição pode ser o pagamento parcelado, enquanto o meio é o cartão de crédito.

Vale observar como o sistema de pagamento promove não só com meios, como também com condições diferentes. Nem sempre seu consumidor vai conseguir fazer uso da primeira opção e a diversificação costuma ser uma boa aposta.

Sistema de pagamento ideal

Já desistiu de comprar alguma coisa online? Nem sempre os sistemas de pagamento são amigáveis e muitos geram desconfiança no consumidor. Por isso, vale reparar em alguns pontos. A facilidade, por exemplo, está entre os principais fatores que provocam desistência.

Muitos processos são longos e você pode pensar em soluções para reduzir o número de cliques. Vale investir em vários meios, como cartão e boleto. A segurança também pinta como um dos pontos que você não pode deixar de prestar atenção.

Repare se o provedor de pagamento é bom e se há compatibilidade com padrões como PCI. Checkout claro e sistemas de tokenização também podem ser úteis dependendo do seu modelo de negócios.

Como comprar e vender de forma segura em loja virtual?

Sabe quando citamos a criptografia usada nas transações em loja virtual? Então, isso acontece porque uma das principais preocupações costuma ser a segurança. Você pode melhorar justamente prestando atenção em detalhes como os que citamos nos próximos tópicos.

Cuide da hospedagem

A hospedagem é o serviço online responsável por armazenar seu site. Funciona como o aluguel de um espaço no servidor e é onde os arquivos exigidos para o site funcionar são salvos. Assim, a página fica disponível para acesso na web.

Geralmente, esse é o passo que sucede a compra de um domínio, ou seja, o endereço pelo qual o site é acessado. Em alguns casos, o provedor pode fazer várias outras funções e atender algumas necessidades.

Mesmo com uma apresentação boa, o principal ponto de uma loja virtual é a segurança. Por isso, vale procurar referências e apostar em servidores seguros, com desenvolvimento voltado a ações para inibir fraudes.

Grave o IP do cliente

Todos os dispositivos conectados na rede usam um endereço de IP. É um número de identificação, fornecido pelo provedor de internet aos usuários. A sigla significa “Internet Protocol”, ou protocolo de internet.

Enquanto uma parte do número revela a rede, outra revela o host. Há uma sequência com 32 bits divididas em partes de 8, chamadas de octeto. Um ponto costuma dividir cada parte e alguns são divididos em classes.

Sabe quando alguém comete alguma irregularidade no trânsito e os fiscais tentam identificar a placa? A mesma lógica se aplica ao endereço de IP. Pode ser útil gravar o número, a data e a hora da transação.

Observe o comportamento nas compras da loja virtual

Comportamento do consumidor é um conceito que talvez você já tenha ouvido falar. Geralmente, surge com frequência como pauta para estudos em assuntos de marketing e vendas, revelando pistas sobre suas percepções, influências e atitudes.

Isso costuma vir de alguns fatores, como papel social, profissional, tendências, estágio de vida, cultura e por aí vai. A classe também pesa, já que o dinheiro costuma levar a processos de decisão a partir do valor agregado.

Como é a trajetória do usuário no ambiente de compras? A resposta para essa pergunta ajuda a identificar tentativas não autorizadas. Aqui, os bons sistemas de pagamento revelam sua importância, ajudando a traçar esse perfil.

Vantagens oferecidas pela Latam Gateway para sua loja virtual

A Latam Gateway conta com várias opções de métodos de pagamento para a América Latina, fazendo com que você tenha facilidade na hora de tornar sua loja virtual viável ou monetizar um jogo.

Experiência completa

A empresa tem mais de 15 anos de experiência no mercado e leva a sério a linguagem dos gamers e dos empreendedores digitais. Por isso, promove meios de pagamentos com o que há de melhor no mercado.

Os modelos foram desenvolvidos com tecnologia própria e trazem vários pontos fortes. Desse modo, incluem agilidade, atendimento ao cliente, pagamentos instantâneos, assessoria jurídica, marketing, suporte a plataformas e aprovação rápida.

Então, se você pesquisar sobre experiência do usuário, talvez encontre termos como “intuitividade” e “praticidade” em destaque. Isso não acontece por acaso. Interações simples são cada vez mais valorizadas pelo público e isso também inclui o sistema de pagamentos.

Agilidade

Você sabia que um boleto tradicional pode levar até três dias para ser processado? Isso acontece porque os modelos de pagamento comuns não foram feitos pensando na experiência do cidadão não bancarizado.

Nesse caso, a vida de quem não é acostumado com cartão de crédito fica um pouco mais complicada, especialmente em fins de semana e feriados. Os usuários acabam se sentindo desincentivados a continuar comprando.

As soluções da Latam Gateway são feitas justamente para contornar isso. Boa parte dos serviços têm como foco o mercado de games, nativamente digital e cada vez mais exigente em relação à experiência de pagamento.

O que são as formas de pagamento express?

A diversificação dos meios de pagamento costuma simbolizar redução das desistências, transações mais rápidas, menores chances de fraudes e por aí vai. A Latam Gateway traz alguns meios diferentes, como os que você vai ver.

Boleto express

O boleto é uma das poucas formas de pagamento em que a transação é feita ativamente pelo cliente — sem depender de uma requisição específica da empresa. Por isso, conta com uma data de vencimento.

Há algumas informações que geralmente pintam nos documentos. Isso inclui nome, CPF, vencimento, endereço e valor. Nesse caso, existe um número chamado “linha digitável”. Por meio dele, é possível ver os 48 dígitos.

Geralmente, são códigos identificadores do banco e da moeda, mas alguns campos fazem menção ao valor e ao vencimento. Na Latam Gateway, a confirmação do pagamento é em até 30 minutos.

Transferência express

As transferências são eletrônicas e envolvem o envio de dinheiro entre contas. Dependendo da modalidade de transferência, há a necessidade de preencher dados como CPF, instituição, agência e conta.

Nesse caso, para TED e DOC. No PIX, basta o uso de uma chave configurada pelo próprio usuário. Aqui, você pode usar o número do celular ou do CPF podem. Vale fazer as transações com o uso do QR Code.

A transferência comum também está entre as opções da Latam Gateway. O tempo é “express”, com confirmação de pagamento em até 15 minutos. No caso do PIX, a adoção vai ser feita em breve.

Depósito express

Depósitos geralmente são feitos com o uso de dinheiro físico ou cheque. Nesse caso, há o preenchimento dos dados da conta e a inserção do valor dentro de um envelope lacrado e colocado no caixa.

Desse modo, o uso da ideia é originalmente para trazer inclusão bancária ao público que não tem conta-corrente. O modelo não conta com prazo de validade e, em alguns casos, os envelopes são diferentes para cheques ou dinheiro.

Aqui, há a cobrança de informações parecidas com as exigidas no caso das transferências. Isso inclui código do banco, CPF, conta e por aí vai. A confirmação de pagamento da Latam Gateway é de até 15 minutos.

Os números mostram que a pandemia serviu como um motor para o crescimento do universo de loja virtual, revelando um mercado digital aquecido com consumidores em busca de novidades. O segmento de games é um dos que mais sentem esse efeito.

Se você busca monetizar seus conteúdos e esbarra justamente nas dificuldades com meios de pagamentos, as soluções da Latam Gateway podem ser justamente a mão na roda que você precisa.

Que tal conhecer algumas das principais facilidades e investir na monetização profissional da sua ideia? Então, não deixe de conhecer as soluções de pagamento!

Subscribe to our Newsletter and receive exclusive content!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

CONTACT